Bird Watching – Visita à barragem do Caia

Saída de campo, do Curso De Técnico de Turismo Ambiental e Rural, à barragem do Caia para identificação e análise de aves.

O concelho de Campo Maior abrange a Zona de Proteção Especial (ZPE) – PTZPE0043, uma área identificada como importante para a conservação das aves estepárias, destacando-se, pelos seus estatutos de ameaça, a Abetarda (Otis tarda) e o Sisão (Tetrax tetrax). Corresponde igualmente a um dos locais de invernada mais importantes para o Grou (Crus grus) em Portugal.

Após a primeira edição do “Guia das Aves Mais Emblemáticas de Campo Maior”, desenvolvido pelos alunos do Curso de Técnico de Turismo Ambiental e Rural (2019/2022) (http://www.aecampomaior.pt/site/wp-content/uploads/2020/06/Guia-das-Aves-mais-Emblematicas-de-Campo-Maior.pdf), o qual contou com 20 espécies de aves, a turma de Turismo prepara-se agora para lançar a segunda edição do Guia com uma atualização de mais de 80 aves.

Para tal, o trabalho de campo, na identificação e reconhecimento das espécies ornitológicas, tem vindo a ser fundamental.

Na Albufeira da Barragem do Caia é possível identificar uma biodiversidade ornitológica bastante grande, onde se destacam o Abelharuco (Merops apiaster) a Águia Calçada (Hieraaetus pennatus)  a Águia Cobreira (Circaetus gallicus), ou o Rouxinol (Luscinia megarhynchos) como alguns dos exemplos das cerca de 50 aves que foram possíveis de identificar durante a visita.

A visita contou com o Técnico Comunitário Miguel Paula Campos, como guia e dinamizador da atividade, o Biólogo Francisco Barreto, como guia na identificação de aves e com a colaboração das docentes Idalina Simões e Regina Cruz.