Oficina “Flor de Papel”

O Programa Integrado de Educação e Formação (PIEF) desenvolveu ao longo do segundo e terceiro período a Oficina “Flor de Papel”, enquadrada na disciplina de Tradição Local que faz parte do currículo desta medida. Já é o segundo ano consecutivo que o PIEF desenvolve este trabalho com os alunos e que, no presente ano letivo, contou com o apoio da Associação das Festas do Povo de Campo Maior, no que diz respeito à cedência de materiais como papel, cordel e outras estruturas.

O projeto em causa visa o desenvolvimento de uma metodologia multidisciplinar e inclusiva e foi abraçado por várias disciplinas como Artes Plásticas, Área de Projeto e muitas outras que também colaboraram na realização dos trabalhos em sala de aula. Os alunos e professores do Centro de Apoio à Aprendizagem também colaboraram no projeto através da realização de flores e torcidos.    

Ao longo do ano letivo, os alunos aprenderam várias técnicas de trabalhar o papel (elaboração de flores e torcidos), fizeram cordas de flores de papel, prepararam e decoraram as colunas, elaboraram um painel enorme de torcidos com o logotipo alusivo aos símbolos de Campo Maior e construíram uma pandeireta e umas castanholas em formato grande. Todo o trabalho realizado nesta oficina foi exposto na Semana da Diversidade Cultural representando a cultura do nosso concelho.   

A Oficina “Flor de Papel” é um contributo para sensibilizar a comunidade escolar para esta tradição secular que faz parte da nossa cultura local, promovendo a passagem de conhecimentos e competências específicas nesta área, fomentando o “saber-fazer” e garantindo a continuidade no tempo deste tipo de arte.