Projeto Erasmus+ CLIL realiza mobilidade a Unicov, na República Checa

                Na semana entre 8 e 12 de novembro três docentes do Agrupamento de Escolas de Campo Maior participaram nas atividades no âmbito do projeto Erasmus+ CLIL na República Checa.

                Inicialmente planeada para outubro de 2020, e esperando ter a presença de alunos, a mobilidade vinha sendo adiada devido a questões relacionadas com a Covid 19. Este ano, após se ter conseguido um ano de prolongamento do projeto, esta primeira mobilidade física fez-se sem alunos, ainda por questões de segurança, mas apenas com professores que puderam participar em inúmeras atividades relacionadas, sobretudo, com a aplicação do método CLIL nas aulas.

                A metodologia CLIL (Content and Language Integrated Learning), embora valorizada pela comunidade europeia, é ainda pouco promovida e utilizada nas escolas portuguesas. No entanto, num contexto social, cultural e profissional cada vez mais exigente é uma prática pedagógica que devia ser utilizada em qualquer disciplina integrando a língua inglesa no ensino de diferentes conteúdos, tanto ao nível do Ensino Básico como do Secundário. Não se pretende com esta metodologia que todas as disciplinas passassem a ser dadas em inglês. O objetivo é que se adquira algum vocabulário e alguns conceitos de algumas disciplinas em língua inglesa.

                Durante esta semana os professores participantes puderam assistir a aulas de matemática, música e história com momentos em inglês, seguindo a metologia CLIL. Puderam também participar em duas atividades de orientação (CLIL no desporto / Educação física) usando a plataforma Teach out numa atividade que combinava a história, a geografia e a educação física. Durante esta atividade os docentes contaram com a orientação dos alunos de Unicov.

                Para relaxar, para alguns, houve também a oportunidade de experimentar hóquei no gelo – o desporto nacional dos checos.

                Este projeto conta ainda com quatro mobilidades. A próxima será a Reus, em Espanha, seguida da Turquia, Polónia e Itália. Esperamos, sinceramente, que todas essas mobilidades contem com a presença dos alunos das diferentes nacionalidades.